O Que Fazer Quando Não Quero Fazer?

Não era nada disso. O texto não sai, a criatividade não flui, porque alguma coisa está trancada, entalada. O medo. Sempre ele. O tempo que corre, e não fala, não tem pena, não se ilude com prórroga.

Não é fácil lutar contra si mesma. Quando mesmo sabendo que eu deveria fazer isto ou aquilo, me deixo levar pela preguiça, inércia, procrastinação. É cômodo não fazer nada agora, mas isso me acarreta problemas e stress logo ali adiante. Isso se chama auto-sabotagem.

De que formas nos auto-sabotamos?

To-Do ListDeixar as coisas para depois é uma forma de auto-sabotagem. Bem como procrastinar, enrolar, se deixar levar pelas distrações, quando deveríamos estar trabalhando ou cuidado seja lá do que for que precisamos cuidar.

Se enganar, dizendo a si mesma que “ainda há muito tempo, posso cuidar disso em outro momento“, também. Porque hoje ainda há muito tempo, mas logo estaremos com o vencimento do prazo na nossa cara, e estaremos estressadas e entaladas com mais uma coisa atrasada, na nossa infindável To-Do list.

A tentação é forte. As distrações estão ao alcance de um click, e pior ainda: há milhões de coisas que podemos fazer, que nos dão a ilusão de estar ocupadas e produtivas: responder emails, por exemplo.

O problema é que estar ocupada não é o mesmo que estar produzindo, não é o mesmo que fazer alguma coisa útil e necessária, e certamente não significa necessariamente que estamos fazendo alguma coisa que seja positiva para nós mesmas e nossas metas.

Você pode passar o dia inteiro respondendo emails, e isso não vai acrescentar nada significativo na sua vida. No entanto, se você investir uma hora em escrever um post, dar uma caminhada, organizar suas finanças, colocar em prática seu projeto, essa hora sim acrescentará algo importante e positivo na sua vida.

O que fazer quando não quero fazer?

A resposta é uma só: FAZER.

Fechar os olhos e simplesmente fazer o que tem que ser feito. Escrever o texto, terminar o informe, organizar a bagunça.

Sem pensar, porque se pensamos no que temos que fazer, logo arranjamos mil e uma desculpas para não fazer.

Se for para pensar, é melhor pensar no resultado. Na satisfação e no alívio que terei ao terminar a tarefa, ao colocar em dia o item atrasado, ao não ter mais a culpa dessa coisa pendente, perturbando meu sono.

Então, vamos lá: feche o MSN, o Twitter, o email, e vá cuidar agora mesmo de alguma coisa importante. Se for alguma coisa que está atrasada, pendente, tanto melhor – será uma coisa menos na sua lista de pendências. ;)

Faça isso agora.

Imagem: koalazymonkey

9 comentários sobre “O Que Fazer Quando Não Quero Fazer?

  1. Será que esse é um mal que ataca a nós todas?
    Eu não teria conseguido expressar tão bem o que acontece comigo de vez em quando… ;)

  2. Bom dia !

    Noooossa… que resumo de tantos sutis sentimentos envolvidos nessa tal de procrastinação. É, é assim mesmo…
    Mas ao final, como você diz, vamos lá FAZER… e Agora !

    beijos

  3. As vezes me acho o rei da procrastinação. Têm dias que não dá para trabalhar e bate aquele desânimo mortal. Aí, não tem jeito. Tenho que dar uma volta e relaxar; se não, não sai nada.

  4. Nossa, adorei o texto, porém, comigo é diferente. Não consigo deixar pra depois o que se deve fazer hoje. Penso que essa minha titude é tão danosa quanto a procrastinação. É de se pensar.

    IARA

  5. Amei o texto.

    Sou palestrante e sempre vejo a necessidade de falar sobre este tema.

    Muito bom.

    Obrigada

  6. Nossa, é bem assim mesmo, sempre aparece algo para ser feito antes, e dai vou enrolando, enrolando….Aiai, nem é preguiça, é muita coisa!!!

Os comentários estão desativados.