Medo

fear

Photo Credit: Bina Sveda

Eu tenho medo.

Eu tenho medo dos amanhãs que ainda não chegaram. E tenho medo das consequências dos dias passados, das provações que me foram impostas, dos erros que só percebí tarde demais.

Eu tenho medo de que o sofrimento nunca acabe, que as coisas nunca melhorem, que o futuro seja tão ou mais negro do que o passado.

Eu tenho medo de que nada dê certo, de que tudo dê errado, de que os planos falhem, de que a realidade seja dura demais.

Eu tenho medo de que os problemas não possam ser resolvidos, de não poder me erguer novamente, de ser traída e apunhalada outra vez.

Eu tenho medo de que o ódio e a insânia sejam sempre crescentes, eu tenho medo de que o mal me vença, eu tenho medo de perder tudo. O pouco que tenho.

Eu tenho medo de estar errada, catastrófica e rotundamente enganada. De que seja tudo mentira, de que nada valha realmente à pena, de que não exista salvação.

Eu tenho medo de que não seja suficiente, de que minha força se acabe, de não resistir. Eu tenho medo de me ver novamente no fundo do poço escuro, na lama, no esquecimento da profunda miséria.

Eu tenho medo de não ter um teto sobre minha cabeça, feijão no meu prato, uma cama e um cobertor.

E tenho medo de ver tudo ruir, de um dia ficar doente, de jamais encontrar paz e tranquilidade. De descobrir que toda esperança é ilusória, toda filosofia é vã, todos os sonhos são delírios, todas as possibilidades são miragens.

Medo de que não dê tempo. Medo de não encontrar solução ou saída. De que se apague a luz no fim do túnel. De que não haja ninguém que possa me ajudar. Medo de ser irremissívelmente vencida, derrotada, destruída.

O medo é grande, e a esperança pequena. Dia e noite ele me assombra, me tortura, me sussurra dores indizíveis que não posso compartilhar, que não encontram alívio.

Eu tenho medo, mas ainda estou aqui. Talvez porque não me reste opção, mas ainda estou aqui.

Anúncios

8 comentários sobre “Medo

  1. Faz horas que eu tô por perguntar, e porquê, hein? Não que eu ache que você não deva ter medo de mim, mas gostaria de saber quais são os seus motivos. 😛

  2. Olá :PAh isso foi apenas uma brincadeira , é que em outro post eu havia escrito que tinha medo de ti pois escrevia sempre o que eu precisava ler no momento, era como se você pudesse ler minha mente, após alguns dias você me vem com este post sobre medo, achei interessante e resolvi comentar. Outras motivações talvez seriam por você ser Blogueira, Vampira, Bitch e do sexo feminino 😉

  3. Antes tarde que nunca… Aqui estou respondendo os comentários, e o primeiro é o seu.Gostei da sua explicação, jaja!E seja bem vindo! 🙂 É sempre bom te ver por aqui… Beijo.

  4. Menina é impressionante essa leitura. Falei desse assunto um dia desses para alguém, TENHO MEDO. De que? De muitas coisas, como no texto acima. Acho que até que enfim, encontrei um lugar onde posso ser compreendida e onde existem pessoas que sentem o que sinto. Que bom estar aqui. Tomara que você seja inspirada a cada momento e que possa estar compartilhando toda essa inspiração comigo e com todos que souberem aproveitar. Bjos no seu coração.

  5. Nossa! Depois de vários surtos sucessivos descobri que o sentimento que está por trás da minha ignorância, da minha falta de paciência, dos meus surtos, do meu nervosismo, stress e dores corporais é o medo. Depois disso acho esse texto seu. Adorei! É como me sinto, sem a sua competência para expressar. Obrigada.

  6. Fenícia: 🙂 Prometo que sempre estarei aqui, sempre compartilhando emoções, sentimentos, histórias, experiências. E sabe porquê? Porque você está aí, do outro lado. Porque vocês estão aí, eu estou aqui, escrevendo.

    Claro que existem pessoas que sentem o mesmo, tenha certeza de que você não está sozinha nessa! 🙂

    Ellen: Obrigada à você, por ler e comentar. O medo nos causa muitos problemas.

    É natural sentir medo, todo mundo sente. O importante é COMO lidamos com esse medo – é melhor olhá-lo na cara, saber que ele está lá e lutar contra ele, do que fazer de conta que não temos medo, e acabar ficando confusas, sem energia e doentes.

    Pense nisso. E volte sempre! 🙂

  7. eu nao sei porque as pessoas tem medo ?o medo é psicologico podiam me responder a questao o que é o medo?

Os comentários estão desativados.