Um Cursinho de Português de Vez em Quando Vai Bem

Curtinha e hilária:

CENTRO ESPIRITA DE HUMBANDA BAIRRO SALDADE

Ó meu pai, nossa senhora. Chegaram aqui procurando isso. Não quiseram nem saber da correção do google, né?

Meu fio, eu explico:

– Não precisa gritar. O pai Google não é surdo.

– Umbanda se escreve sem H. Assim, ó: Umbanda.

– Saudade se escreve com U. Assim, ó: saUdade.

– Se o centro é espírita, não é de umbanda. Se é de umbanda, não é espírita. Se é as duas coisas, é fraude, patrão! Não caia nisso, não. Melhor, gaste seu dinheiro num cursinho de português.

Conselho: aceite a sugestão do Google. Se ele te disser:

Você quis dizer: CENTRO ESPIRITA DE UMBANDA BAIRRO SAUDADE

Diga que sim. O Google tudo vê e tudo sabe. Aliás, eu só aparecí nos resultados pra que você viesse aqui e eu te ajudasse. Disponha.

5 comentários sobre “Um Cursinho de Português de Vez em Quando Vai Bem

  1. É lamentável que isso aconteça, e pode ter certeza que a grande maioria das pessoas escreve errado.Até mais.

  2. Claudya: Obrigada! Estive no seu blog, seu trabalho lá é muito bom! Assim que puder, vou voltar com mais calma. :)Cordeiro Mau: infelizmente é verdade. EU não sei como é que as pessoas saem do colégio e não sabem escrever minimamente de forma correta!

  3. Pois é… antes eu até me aborrecia vendo esses erros, mas percebi que nem mesmo “profissionais” hoje em dia conseguem escrever decentemente o próprio idioma. Você também comete erros de português por aqui, sinto muito, mas eu não pude deixar de notar.
    “Por que” separadinho é usado em perguntas e “porque” junto é para respostas. Vide último post (“projeto deusas” – dá uma relida no texto e corrija, vi este erro pelo menos duas vezes só neste post). O “por quê” com circunflexo jamais é usado em início de frases. Na dúvida, consulte uma gramática ou dicionário… sempre vai bem, não?

  4. Nospheratt, fico pensando muito nestas pessoas, analfabetos funcionais, que utilizam a internet e não sabem grafar corretamente as palavras…

    Já tinha lido antes a tua postagem e quando falei sobre isso em meu blog, pensei em linkar esta postagem como exemplo de orientação para os menos favorecidos no que se refere a grafia das palavras. Não fiz porque achei que me tornaria “massante” te linkando sempre.

    Sou a favor do uso correto da língua portuguesa mas me irrita quando vejo pela web blogues de tutoriais e dicas zombando publicamente de quem comentou em suas páginas( não cito nomes porque não é delicado e porque sou ainda novata neste mundo virtual).

    Se a maioria fizesse uma postagem explicativa como esta que fizestes, ajudaria muito mais a combater o analfabetismo funcional do nosso povo.

    Continua sendo assim, para servir-nos de guia.

    Beijos!

Os comentários estão desativados.